18 de novembro de 2004

A anedota

Os partidos políticos da maioria parlamentar que suporta o governo chegaram a acordo quanto ao teor da pergunta a submeter ao eleitorado relativamente à constituição europeia, em referendo. É esta:

Concorda com a carta de direitos fundamentais, a regra das votações por maioria qualificada e o novo quadro institucional da União Europeia nos termos constantes da constituição para a Europa?

Fica a perceber-se porque razão os alunos têm más notas a Português, porque detestam a disciplina e hostilizam os professores, porque arremessam para o lixo compêndios e gramáticas e porque acabam a não saber ler e escrever aquela a que chamam língua mãe. E não é caso para menos, afinal a razão está com eles! Muito mais complicado seria perguntar: concorda com a constituição europeia?

1 Comentários:

Às 12:09 da manhã , Blogger Joao Pedro Dias disse...

Manda o rigor dizer que não foram os partidos que suportam a maioria parlamentar que chegaram a acordo sobre esta pergunta. Foram os partidos que apoiam o governo mais o principal partido da oposição - o que é um pouco diferente, não será?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial