5 de janeiro de 2005

Transparência II

Isto da transparência dá muito que fazer. Às vezes, quanto mais se passa o pano mais o espelho se embacia. Quanto mais se lhe esterlica o perfil em frente mais o sacana o deforma. E depois, sem se dar conta, se anda nestas. Põe-se-o ou não se Pôncio. Pôncio Monteiro segundo ou primeiro. Porto, Boavista ou Salgueiro. Pôncio ou não põe-se-o? O nosso primeiro deixa? Na lista ou no roteiro, já que o cavaco não se dá de pavio ao fogareiro. Bola fora, pénalti ou simulação de fiteiro? Rui Rio ou o outro gajo do terreiro? Faça chuva ou faça frio, põe-se-o ou desce o rio? Pelo que diz o Pôncio, a quem ainda ninguém parece ter dito que não se põe-se-o, ou deixam as coisas como estão ou então que se vão...


Afinal, definitivamente, parece que já não se Pôe-se-o! Perde a imagem da jogatana, que o homem fica a matar de calções e de chuteiras. E no flash interview - que não sei o que significa - devia ser um espectáculo! Mas pronto! Se não se Pôncio...

P.S. - Agora mesmo a sério! Alguém, com dois dedos de testa, tendo assistido a três diáligos do burro e a quatro disparates do governo, acredita que os partidos políticos são organizações patrióticas onde militam pessoas competentes e devotadas a prestar ao País o serviço público de que ele precisa? Reduzindo desigualdades, perseguindo uma sociedade mais justa e mais equitativa? É tanto assim que, para o Porto, há a necessidade de importar candidatos do Alentejo? Com o devido respeito pelo Alentejo que não é tido nem achado na marosca!

3 Comentários:

Às 12:26 da manhã , Blogger antonio disse...

O espectáculo é caro, mas diverte até mais não.

Um abração do
Zecatelhado

 
Às 1:21 da tarde , Blogger Carlos a.a. disse...

Luís Vieira, 2 notas:
1) afinal quem é quem, o Pôncio ou o eu e só eu?
2) O Zé Zé Raul é bem pior que eles todos juntos. O Presidente da Câmara de Ouriqye conseguiu colocar a sua edilidade na lista negra das Câmaras que não pagam a ninguém, tendo sido objecto já de várias penhoras. No entretanto consegue ser o patrão da distrital de Beja e colocar dois empregados da Câmara da sua confiança a admonistradores da empresa do aeroporto de Beja, vulgo EDAB!
Isso por aí vai de mal a pior! Rui Rio conseguiu destruir o pouco que se tinha feito em menos de um mandato!

 
Às 2:45 da manhã , Blogger mfc disse...

Isto só falta aparecer o gerente da casa de tias a dizer: A gerência pede decência!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial