28 de novembro de 2004

Cabeçudos

Sinto - tenho a certeza que é assim - que sou a grande cabeça em Portugal (de certeza) e na Europa também, de uma nova forma de pensar o jogo, os jogadores e o treino.
[José Mourinho, Única/Expresso, 27-11-2004]

E reuniu o PCP, em conclave e à porta fechada, o seu comité central. Depois foram para Almada perder três dias num congresso. Sob a benção do Cristo-Rei mas sem o nacionalismo do galo de Barcelos. E acabaram a eleger o camarada Jerónimo de Sousa para secretário-geral que, desculpe-se-me a irreverência, pode dançar muito bem o samba e o cha-cha-cha, mas tem nome de heroi imperialista de livros de coboiada. Quando, modestamente, este rapaz passeia humildemente a cabeçorra por terras de sua magestade. Ele, por vontade de Deus e para desgraça do camarada Garcia Pereira, predestinado para levar a carta a garcia e a Europa è democratização do Iraque. Sem arrogância, sem pretensões, sem reclamar sequer o salário mínimo nacional ou a demissão de Pinto da Costa. Há filhos que não merecem o continente que têm, por melhores que sejam as promoções!

2 Comentários:

Às 11:38 da manhã , Blogger antonio disse...

Viva!
Uma visitinha a esta casa para agradecer apoio(s) recebido(s).

Um abração do
Zecatelhado

 
Às 5:04 da tarde , Blogger Jorge Ramiro disse...

A que eu realmente gosto de futebol e gosto de jogar futebol, mas eu gosto de jogar com meus amigos. Ele outro dia eu vi Ronaldo em um dos restaurantes em perdizes.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial