22 de novembro de 2004

Amor livre

No concelho de Vila Nova de Gaia, na berma de uma qualquer recém inaugurada estrada regional, andando de cá para lá e de lá para cá, discretamente sob a frondosa copa de antigas árvores - ulmeiros ou não! - Luís Filipe Meneses reivindica a maternidade do rebento, imputa a paternidade ao engenheiro Cravinho e responsabiliza o engenheiro Mexia, como escolhido padrasto, pelo fornecimento de cama e mesa.

Certamente de seguida correrá ao tribunal de família a reclamar uma pensão de alimentos que permita ao cachopo apresentar-se no infantário de bibe lavado, calçando sapatilhas sem buracos no sítio do dedo grande e usando calças de bombazina sem nenhum remendo no cu.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial