22 de setembro de 2005

Notícia

Felgueiras - A ilustríssima Doutora Fátima Felgueiras, há dois anos foragida no Brasil - onde aproveitou para frequentar as elegantes praias e esplanadas do Rio de Janeiro, bronzeando a pele suave e refrescando-se do calor tropical - regressou ontem, em indescritível apoteose, ao país troglodita de onde acintosamente se diz que fugiu a salto e que a queria ver presa.

Tinha a esperá-la no velho e antiquado aeroporto da Portela um pelotão armado da Polícia de Segurança Pública, especialmente destacado para o local por empenho pessoal de sua excelência o senhor Ministro de Estado, da Administração Interna e dos Fogos Florestais, que teve a honra de lhe apresentar cumprimentos ainda a bordo do aeroplano em que viajou, aproveitando para a algemar e a transportar à esquadra mais próxima.

Na esquadra, onde foi recebida com honras militares e beijada por centenas de criancinhas envergando bata branca e entoando cânticos alusivos, foi-lhe cometida a custódia do famigerado saco azul, entregue a documentação de um automóvel já fora de moda e solicitado que periodicamente aparecesse para um cafezinho e dois dedos de conversa.

A finalizar, já fora da esquadra, a excelsa senhora revelou ter Felgueiras no nome e no coração. E que só tendo no coração quem precisa dela - não especificou sua excelência em que sentido se pronunciava! - se candidatava à Câmara Municipal que, obviamente, precisa dela. Um energúmeno anónimo gritou do fundo da sala: "também eu, também eu" e escapuliu-se, correndo para o pinhal do concelho. Perseguido por diligentes policiais conseguiu, mesmo assim, escapar-se por entre as moitas.

O Outono chega hoje mas as romarias continuam. Como se fosse Verão. Tudo devido a tão dedicada e devota senhora. O guarda Abel a tenha sob sua protecção.

3 Comentários:

Às 9:54 da tarde , Blogger rajodoas disse...

Ela de apelido Felgueiras ele sem o apelido Amarante, mas sim Torres, são farinha do mesmo saco com tratamento diferenciado aos dois dediquei um post
num outdoor um pouco mal conseguido porque a pratica de montagens ainda não está afinada mas o objectivo fica cumprido. Com um abraço do Raul

 
Às 7:43 da tarde , Blogger Zecatelhado disse...

Não me cansarei de gritar:
É FARTAR VILANAGEM!!!

Uma visitinha a esta casa é sempre gratificante.
Voltei ao velho TADECHUVA. Estou em www.tadechuva.weblog.com.pt

Aquele abração do
Zecatelhado

 
Às 11:45 da tarde , Blogger PHYLOS disse...

O Rio de Janeiro é o cú do Brasil. Eu como brasileiro lá não ponho os pés, tamanha a decadência da cidade. E o pior: parece que todos os facinoras do planeta fogem para lá, quando querem escapar da policia.
Ainda bem que o Rio de Janeiro é UMA cidade deste país. O Brasil é maior do que toda a sujeira que alguns tentam impingi-lo.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial