3 de março de 2013

Triplex: 2 de março



O dia de ontem fica para a história, em primeiro lugar, por razões coletivas: o povo saiu à rua, como havia sido anunciado. É preciso que aí se mantenha, cada vez mais, em maior número e por mais longos períodos. Como se esperava, aquilo a que se chama governo, não reagiu. Continuou a assobiar para o lado e a curvar-se em adoração à troika e à Senhora de Fátima. Facto importante hoje é contestar o número de manifestantes e saber se se devem aceitar os números divulgados ou subtrair-lhe duas ou três pessoas. Estão em campo todos os especialistas nacionais em aritmética, assessorados por politólogos, sociólogos, astrólogos e pelo diretor do santuário de Fátima. Alguns até sabem a tabuada e a idade do treinador do Benfica. Mas não nos iludamos, não se espera que daí resulte a mudança do regime ou, sequer, algum ligeiro odor a democracia que atravesse a feroz ditadura financeira e económica que nos oprime!


Efeméride simples e de ordem pessoal, o dia de ontem assinalou ainda o vigésimo ano em que, antes das oito e meia da manhã, fumei os dois útimos cigarros da minha vida. No dia anterior fumara cerca de três maços. Não tive assessores, não utilizei fármacos e não beneficiei do nosso amplo sistema nacional de saúde. E consegui. Entretanto o governo avisa convictamente o incauto fumador de que fumar mata, promove os lucros das tabaqueiras e arrecada o imposto. Fumar continuará a ser permitido com algumas limitações, como a interrupção voluntária da gravidez, conhecida por aborto. Por mim congratulo-me por não ter intenções de retomar o hábito e o vício.


Terceiro episódio, também de ordem pessoal. Mais uma vez a hipocrisia, a mentira, a falsidade e outros atributos que se não recomendam, me visitaram trajadas de gente. Sem convicção e sem crédito. É preciso estar em guarda contra aquilo que não presta e contra o propósito, cada vez mais generalizado, da ignomínia, da difamação e da extorsão pura e simples. E que muito vai por aí!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial