9 de abril de 2012

Antevisão Sporting – Benfica


As televisões ditas independentes, aquelas que servem para nos impingir detergentes, champôs para a caspa e deputados, são incansáveis no esforço de nos informar e de aumentar o valor da publicidade faturada. Sempre isentas, observando sempre práticas transparentes e procedimentos de ética inatacável. Hoje, por exemplo, o que preocupa o país e o desune é um desafio de pontapé na bola a que se persiste em chamar desporto. Comparando-o com o chinquilho, o berlinde e o pião.

O que se segue é um hipotético acompanhamento, em direto, a cargo de repórteres licenciados ao domingo, com mestrado feito e remunerados com o salário mínimo nacional, a recibos verdes, passe a tendência clubistíca. Qualquer semelhança com a ficção dos Capitães da Areia não é pura coincidência. Como cenário temos uma qualquer academia em Alcochete e um qualquer hotel na freguesia do inocente Isaltino de Morais. Destaquemos o repórter Toino A1 para a academia e Toino A2 para o hotel.

Estúdio: O nosso repórter Toino A1, diretamente da academia de Alcochete. Então Toino quais são as últimas novidades da equipa do Sporting?

Toino A1. Obrigado estúdio. Estamos aqui ao portão e não podemos entrar porque o mesmo continua fechado. Ao fundo vê-se o mesmo edifício de que falamos na última intervenção e entretanto entraram três e saíram quatro pessoas que não conseguimos identificar. O autocarro que há de levar a equipa, rigorosamente às 18 e 45, continua parado à sombra de um chaparro e, por razões de segurança, o seu itinerário é apenas conhecido da equipa de 48 batedores da brigada de trânsito que abrirá caminho à ilustre comitiva. Mas sabe-se entretanto que o trânsito será cortado no percurso até ao estádio de Alvalade. A convocatória de Ricardo Sá Pinto foi entretanto divulgada e o treinador do Sporting convocou todo o plantel, mesmo os cochos e estropiados que, em caso de necessidade, farão uso de canadianas.

Recordamos que na conferência de impressa desta manhã Sá Pinto anunciou que a sua intenção é a de ganhar o jogo,embora possa perdê-lo ou empatá-lo, não admitindo qualquer outro cenário. Não quis revelar o onze inicial mas assegurou que o mesmo será construído a partir do lote de convocados e que, se for possível, dará ordem de entrada a mais alguns que estejam no banco, desde que o quarto árbitro não dê conta. Acha ainda que o encontro não é decisivo para nenhuma das equipas porque o adversário direto do Sporting é o Marítimo do Funchal e não o vizinho da segunda circular que tem por hábito enjaular os adeptos adversários como se faz aos macacos do jardim zoológico.

Estúdio: Obrigado Toino A1. Passamos ao hotel de Oeiras onde está concentrada a equipa do Benfica. Repórter Toino A2? Então que há de novo em relação à tua última intervenção?

Toino A2: Obrigado estúdio. O hotel continua na mesma rua e com o mesmo número de polícia na porta principal. Não se tem visto nenhum dos elementos da equipa mas o jogo promete ser aliciante e de resultado imprevisível. Isto porque o treinador Jorge Jesus manifesta as mesmas intenções do treinador do Sporting: ganhar o jogo. E assegura também que não faz parte dos seus cenários mais do que empatá-lo ou perdê-lo. Não indicou o onze inicial mas informou que não serão treze. O presidente da junta veio pessoalmente ao hotel para saber se os ilustres hóspedes estavam a ser bem tratados e se não faltava detergente para as mãos e papel higiénico perfumado junto das sanitas. De resto ninguém se prontificou a prestar declarações, salvo um canalizador e um funcionário das finanças que assim tiveram o seu momento de glória e passaram ao estatuto de famosos.

Estúdio: Obrigado Toino A2. Este evento desportivo mobilizará uns milhares de polícias que nunca se encontram nas ruas a não ser pontualmente para passar multas e correr com os sem abrigo que ocupam os portais das lojas. Todos equipados à maneira, com armadura à Afonso Henriques e botas de cano alto à Cinha Jardim. Os adeptos do Benfica terão direito a local próprio dentro do estádio, se tiverem comprado bilhete de entrada, sem serem enjaulados mas depois de serem minuciosamente revistados e verificada a marca das roupas interiores usadas e os explosivos escondidos nas cuecas. Sempre devidamente enquadrados e vigiados pela troika e pelo fmi.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial