8 de dezembro de 2004

Maravilhas

A blogosfera não deixa de ser, a cada dia que passa, uma caixinha de surpresas. Muitas vezes uma agradável caixinha de surpresas. Perfeitamente à deriva acabamos, sem nos darmos conta, a descobrir o caminho marítimo para a Índia e aportarmos a paragens de brasis ainda ignorados.

As curiosidades, o conhecimento e a beleza com que deparamos superam, de longe, o esforço inútil de transmitirmos aos outros algo de interessante e proveitoso. Nestas vagueações sem destino, ou navegando desta forma, fui por aqui dando seguidas vezes. Depois retornando, já conhecendo o rumo, já tendo anotado o azimute, já a deriva abandonada ao acaso do mar brando e ao capricho tranquilo das marés. Que raras maravilhas!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial