10 de junho de 2015

Dia 10 de junho

O dia 10 de junho é um dos feriados que resistiu aos sermões do abade, aos decretos do presidente do conselho e à ganância do ex-dono disto tudo. No tempo de D. Botas I parece que se comemorava o dia da raça sem que se tivesse alguma vez sabido qual ela era: branca, preta, amarela, vermelha ou mesmo ariana pura. Ou ainda labrador, pastor alemão, dobermann, bulldog ou rottweiler.

Agora celebra-se o dia de Portugal e das comunidades portuguesas. Portugal que, como se sabe, sempre foi considerado uma parte insignificante de Espanha, onde a D. Amália cantava o fado e Eusébio destruía a reputação dos guarda-redes, marcando golos de qualquer maneira. Restam as comunidades que, honra lhe seja feita, o governo tem promovido, empurrando o cidadão indígena para a emigração, de Angola à China e à Coreia do Norte.


Presididas por D. Botas II as comemorações deste ano têm lugar na cidade de Lamego para onde, a expensas nossas, se deslocará toda a actual brigada do reumático que habita o Terreiro do Paço e as imediações da fábrica dos pasteis de Belém. A vetusta cidade rejubila, é uma primeira edição da romaria da Senhora dos Remédios, com a correspondente venda da sardinha assada e do copo de vinho tinto e a distribuição de algumas comendas pelos proprietários de rebanhos e pelos produtores de morcelas.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial